7 formas de cuidar do colesterol alto

Por Equipe todosBem | 17 de outubro de 2017

O colesterol alto é uma condição que já acomete 30% da população brasileira de acordo com o Ministério da Saúde, ou seja, cerca de 77 milhões de pessoas. Como essa condição pode levar ao desenvolvimento de situações graves de saúde, como o infarto e o AVC (acidente vascular cerebral) é muito importante tomar certos cuidados para controlar os índices de colesterol e evitar o seu aumento. No blog post de hoje vamos falar sobre 7 formas de cuidar do colesterol alto. Confira.

Entenda o que é o colesterol

O colesterol é uma substância natural no organismo humano e no organismo dos animais, trata-se de uma substância chamada de lipídio, um tipo de gordura essencial para que o corpo funcione bem.

O colesterol é importante para a síntese de hormônios, para o metabolismo da vitamina D e para proteger a membrana de nossas células. O colesterol se difere em dois tipos o HDL, o conhecido “bom colesterol??? e o LDL tido como “mau colesterol???, pois quando em alta no organismo ele pode ser prejudicial.

  • HDL – É o popular colesterol bom. É aquele que faz o transporte do colesterol dos órgãos, levando-o até o fígado, para que ele o descarte do organismo. Ou seja, essa lipoproteína é boa para o seu coração, pois retira o colesterol das artérias!
  • LDL – É o colesterol ruim, um vilão terrível para a saúde, pois transporta o colesterol para suas células e tecidos. Quando elevado, esta gordura poderá formar placas que estreitarão as artérias, impedindo o correto fluxo sanguíneo para o cérebro e coração. O excesso de LDL poderá aumentar o risco de doenças cardiovasculares!

Entenda agora como cuidar do mau colesterol:

1.Troque queijos amarelos por queijos brancos

Os queijos amarelos têm essa cor por conter mais gordura, portanto maior quantidade de colesterol. Assim, prefira os queijos brancos, eles são menos gordurosos e portanto mais saudáveis. Se possível consuma também o tofu (queijo feito de soja), ele possui proteínas e isoflavonas responsáveis pela queda do LDL.

2.Coma muito mais frutas, verduras e legumes

As frutas, verduras e legumes, por serem de origem vegetal, não contêm colesterol em sua composição. Além disso, possuem fibras, vitaminas, minerais e substâncias antioxidantes que ajudarão a reduzir os níveis de LDL e a equilibrar o colesterol total.

3.Prefira carnes magras

As carnes vermelhas têm maior quantidade de colesterol. As carnes brancas, principalmente de peixe tem menor quantidade e ainda possuem na composição ômega-3, que ajuda a prevenir o entupimento das artérias.

Vale lembrar que uma carne magra é aquela que tem pouca gordura interna e que da qual se consegue retirar a gordura visível. Por isso, o frango deve ser consumido sem pele (tire a pele antes mesmo de cozinhar) e você deve optar por cortes de carne magros como patinho, lagarto e outros em que é possível tirar a gordura.

4.Evite alimentos gordurosos na dieta

Frituras, gema de ovo, bacon, carnes com gordura aparente, torresmo, manteiga, creme de leite e embutidos como salsicha, salame e lingüiça possuem muita gordura e portanto contêm altos níveis de colesterol. Evite ao máximo esses alimentos. Vale lembrar que eles também têm altos níveis de sódio que aumentam a pressão arterial.

5.Segure o impulso de consumir doces e carboidratos

Doces de todos os tipos e carboidratos como pão, biscoitos, bolos e macarrão aumentam um tipo de gordura no sangue chamada de VLDL. Assim, o colesterol total também aumenta e há o risco de desenvolvimento de doenças cardiovasculares.

6.Insira o azeite com moderação na sua dieta

O azeite é uma gordura vegetal de boa qualidade, que vai ajudar a reduzir os níveis de LDL e aumentar um pouco os níveis de HDL. Use com moderação, principalmente nas saladas.

7.Pratique exercícios físicos

A prática regular de exercícios físicos é a forma concreta de aumentar seus níveis de HDL, ou seja de bom colesterol. Além disso, os níveis de colesterol LDL diminuem significativamente a pessoa se exercita frequentemente.

A elevação dos níveis do colesterol no sangue não apresenta sintomas – é uma complicação silenciosa! Somente pode-se descobrir o problema por meio do exame de sangue ou, em situações mais graves, na ocorrência de ataques cardíacos.

O colesterol alto pode levar a ocorrência de doenças cardiovasculares e situações como infarto e AVC. E isso infelizmente acontece todos os anos com 32% da população brasileira, segundo dados da Sociedade Brasileira de Cardiologia (SBC).

Carlos Alberto Machado, diretor de Promoção de Saúde Cardiovascular da SBC, lembra a importância da prevenção. Ele diz que é preciso se conscientizar da importância de exames frequentes para verificar as taxas de colesterol no organismo.

Afinal, os danos ao organismo causados pelo colesterol alto começam de maneira silenciosa, a melhor maneira de evitar o problema é realmente com a prevenção: ter hábitos de vida saudáveis, fazer check-ups e acompanhamento médico regulares.

Precisa de uma solução em conta para cuidar da saúde preventiva da sua família? Conheça agora mesmo os pacotes da todosBem.

 

Deixe seu comentário

© todosBem - Clínica popular. Todos os direitos Reservados.

Topo