Saúde no Brasil: como você pode realmente cuidar da sua família?

Por Equipe todosBem | 09 de March de 2018

O Brasil possui muitos problemas na área de saúde, tanto que nem mesmo a maior universidade do país, a USP, em São Paulo consegue escapar deles. Mas isso não significa que não podemos cuidar de nós mesmos e de nossa família.

Mesmo que a situação esteja longe do ideal, há uma luz no fim do túnel – sempre há, na verdade!

Estar bem informado é o primeiro passo para uma saúde mais equilibrada

Para começar temos disponível nos dias atuais uma quantidade imensa de informações que chegam até nós de forma veloz. Elas permitem que repensemos nossa forma de viver, buscando adaptações que nos tragam o equilíbrio tão almejado.

Uma pessoa que insiste em manter uma alimentação repleta de frituras ou doces, por exemplo, o faz de forma consciente. Jornais, revistas, sites e todas as formas possíveis de comunicação ensinam que somos um reflexo do que comemos e que o bem estar físico passa necessariamente por uma dieta balanceada.

Nem mesmo a desculpa de que comer bem significa gastar muito serve mais. Isso porque uma rápida pesquisa (pelo computador ou celular) pode revelar onde encontramos os ítens com melhores preços e outro clique nos ensina como higienizar alimentos convencionais, eliminando possíveis sinais de agrotóxicos – uma vez que os alimentos naturais são muito mais caros.

Certo, não basta comer bem. É preciso praticar algum tipo de exercício para que a sofisticada máquina que é o nosso corpo possa manter-se em pleno funcionamento. Novamente temos conhecimento de que correr ou caminhar, pular corda ou subir escadas são excelentes formas de se exercitar, só precisando administrar e organizar o tempo para encaixar essas práticas nas rotinas diárias.

Hábitos diários definem a nossa saúde

Continuando a lista extensa que resulta em melhor qualidade de vida chegamos em dois pontos fundamentais. Dormir bem é necessário para recuperarmos as forças gastas no decorrer do dia, para manter o equilíbrio do sistema imunológico, endócrino, neurológico, entre outras funções.

Há um consenso de que a maioria precisa de 8 horas de sono para sentir-se bem, porém, algumas pessoas podem sentir-se confortáveis com menos tempo de travesseiro. Outras precisam de mais. Ou seja, você deve descobrir o que seu organismo precisa e fazer o possível para reservar dentro de sua rotina o tempo possível para o merecido descanso.

Eliminar, ou ao menos diminuir, o consumo de cigarro e álcool é providência determinante para o equilíbrio físico e emocional, uma vez que ambos causam doenças sérias, podendo levar até mesmo ao óbito – pela dificuldade natural em abandonar ambos os hábitos recomenda-se a busca de ajuda profissional.

Pequenas coisas, grandes resultados

Cuidar da saúde é, acima de tudo, uma decisão porque grande parte do equilíbrio resulta de nossas atitudes diárias. Muitas delas pequenas e fáceis de serem praticadas. Quer ver só?

Use protetor solar, ouça boa música, tenha fé, seja otimista…

Desligue os aparelhos eletrônicos ao menos uma hora por semana para curtir as pessoas que ama (incluindo você) e conversar olhando nos olhos…

Leia um bom livro, veja um filme que emocione e divirta… Seja feliz!

Mesmo com os problemas existentes na área de saúde pública, podemos cuidar de nossa saúde e de nossa família. Além das dicas mostradas neste post, não podemos abrir mão de um checkup, essencial por prevenir doenças variadas.

Impossível? Não se for feito através de um pacote de saúde. Aí, então, é só curtir a vida!

Deixe seu comentário

© todosBem - Clínica popular. Todos os direitos Reservados.

Topo